Confiança em si mesmo

Como se constrói a confiança em si mesmo?

Com base em convicções

E as convicções, de onde vêm?

As convicções nós vamos construindo através das experiências.

E porque é importante ter convicções?

Nossas  convicções formam nosso sistema de valores e crenças e estes funcionam como um alicerce, uma base firme, que nós dá a segurança interior, que vai nos permitir  mover-nos pela vida, ainda que por experiências e caminhos novos, que todos os dias nos apresentam.

A vida é um campo de treinamento, uma via de aprendizado e evolução.

Essas novas experiências e caminhos são nossas oportunidades de treinamento e aprendizagem para continuarmos nos desenvolvendo e  evoluindo, aumentando as nossas certezas. Oportunidades estas que é bom saber enxergá-las e aproveitá-las a tempo, pois uma oportunidade perdida não volta. E perdida a oportunidade,  perde-se também as experiências que nos dão as pequenas, mas fundamentais convicções, pequenas certezas que aumentam pouco a pouco nossa auto -confiança

O ruim é viver sem convicções, sem base, sem ideias que norteiem nossas decisões , nossos passos. Caímos na variabilidade, na insubstancialidade, perdemos o foco, e parecemos mais uma folha seca levada pelos ventos da vida.

As dúvidas são boas quando nos levam a encontrar respostas.

Todos queremos ter segurança ao atuar, mas a segurança vem de dentro, do Ser. Primeiro vem o Ser,  para depois fazer.